Notícias

11.mai.2018 RSS Senge

Após ofício do Senge, governo afasta Deonilson Roldo da diretoria da Copel

Em documento protocolado nesta sexta-feira (11) o Sindicato cobrava a demissão do diretor da estatal, envolvido em denúncias de facilitação de contratos com empreiteiras em obras da Copel

Após envio do ofício do Senge nesta sexta-feira (11) cobrando a demissão do diretor da Copel, Deonilson Roldo, envolvido em denúncias de facilitação de contratos com empreiteiras em obras da estatal, o governo divulgou nota informando o afastamento do dirigente. Com ampla repercussão na imprensa, o ofício do Sindicato pediu o definitivo e irreversível afastamento de Deonilson do cargo de diretor da estatal, bem como dos conselhos fiscais das Cutia Empreendimentos Eólicos e da São Bento Energia, subsidiárias da Copel.

 

“Acreditamos que a Copel não pode ser conivente com atitudes antiéticas e ilegais, bem como com situações que incentivem ou facilitem a corrupção”, defende o Sindicato no documento, ressaltando ainda que, se mantivesse Deonilson junto à diretoria, Copel infringiria o próprio código de conduta. No código, a empresa recomenda a todos na estatal “combater a corrupção ativa e passiva e a concussão em todas as suas formas, inclusive peculato, extorsão, propina, conluio, agenciamento de informação ilegal e tráfico de influência”.

 

A nota e ofício do Senge teve ampla repercussão na imprensa. O reflexo das ações e da pressão na demissão de Deonilson do cargo da Copel pelo governo também foi divulgado na imprensa. Confira abaixo.

 

Roldo, diretor da Copel, não resiste à força dos áudios e é demitido – Catve.com
Quando quem ignora a imprensa precisa dela – Paraná Portal
Cida demite diretor da Copel envolvido em suposto esquema de corrupção – Bem Paraná