Notícias

07.ago.2017 RSS Senge

Regional do Senge em Maringá participa do encontro nacional por moradia popular

Evento foi realizado entre os dias 3 e 5 de agosto em São Paulo. A regional foi representada pelo diretor Angelo Robertina, e pelo associado e engenheiro civil, Celso Luiz Menegatti.

“Nenhum direito a menos: em defesa do direito à moradia e da função social da propriedade”. Este foi o tema principal do 14.º Encontro Nacional de Moradia Popular. Promovido pela União Nacional por Moradia Popular e a União dos Movimentos de Moradia de São Paulo, o evento buscou promover reflexão sobre o direito à cidade e à moradia, com diferentes visões e perspectivas da conjuntura política nacional.

Evento reuniu mais de mil lideranças de moradia popular de todo o país. O Senge esteve presente representado pela regional de Maringá

Evento reuniu mais de mil lideranças de moradia popular de todo o país. O Senge esteve presente representado pela regional de Maringá

Histórico debatedor sobre a função social da terra e apoiador de políticas de moradia popular. O Senge esteve presente no evento, que reuniu mais de mil lideranças populares do movimento de moradia de vários estados do país. O diretor da regional da entidade em Maringá, Angelo Robertina, e o engenheiro civil e associado do Senge, Celso Luiz Menegatti, estiveram presentes no encontro.

De acordo com Robertina, é fundamental a participação do Sindicato nos debates para a construção de linhas de resistência de entidades e da população por mais investimento em política de moradia popular. “O setor de habitação é um dos que mais sofre com os cortes de investimentos nacionais, sobretudo em políticas de habitação popular. Com isso, o fortalecimento das entidades que atuam no fomento ao debate sobre políticas de ocupação e moradia popular, é fundamental para a resistência contra os retrocessos no cenário nacional. A cidade é de todos, e temos que debater e articular a nossa mobilização e ações para termos esse espaço”, defende o diretor.

O evento contou com a participação do ex-presidente Lula e da atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann, do presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, e de intelectuais e militantes como Frei Beto, Ivone Gerbara e Elvio da Fentraf.

Dividido em três temas de debate, o evento abordou a democracia em risco e a necessidade do alinhamento das entidades sindicais e sociais em ações e manifestações de resistência contra retrocessos de direitos trabalhistas e sociais; direito à moradia, autogestão e função social da propriedade; e os desafios estratégicos para a União Nacional por Moradia Popular avançar no fortalecimento da produção social da moradia e na construção de campanha em defesa do marco regulatório da autogestão.

Acesse o facebook da União Nacional por Moradia Popular e confira os vídeos e fotos do evento em https://www.facebook.com/uniaonacionalpormoradiapopular/