VENDA | “A Copel é Nossa”

APRESENTAÇÃO

Mais do que conhecer um capítulo da história, o livro “A Copel é nossa” traz reflexões sobre a empresa de energia paranaense de ontem e de hoje e junto com ela, todas demais empresas do setor energético, assim como de todo tipo de patrimônio público do Brasil para questionar até que ponto, uma empresa criada por um povo, pela qual tantos lutaram no passado, é de verdade, hoje, pertencente a esse mesmo povo.

Nas palavras do autor, o engenheiro eletricista Sérgio Inácio Gomes, “entendo que a luta contra a privatização da Copel tenha sido o fato mais relevante de nossa história, pelo menos sob o ponto de vista acadêmico, moral e político dos movimentos sociais”.

O LIVRO

Em oito capítulos, a obra aborda tanto o período quanto duas décadas da maior empresa do Paraná. No primeiro conta a história da Copel e como era a eletricidade no Paraná quando a Copel foi criada. No capítulo seguinte, “Os movimentos sociais: nossa trincheira de lutas”, descreve a luta sob a narrativa dos movimentos sociais. 

O terceiro capítulo foca “O debate de ideias: convencimento ou constrangimento”, com destaque para os argumentos favoráveis e contrários à privatização da Copel e ainda destacando o racionamento de energia de 2001: a surpresa “in”esperada. O capítulo posterior denominado “O inverno de 2001, uma temporada bem quente” tem entre seus episódios calorosos a ação do SENGE/PR distribuindo 10 mil velas para iluminar o futuro da companhia. 

Ao chegar ao quinto capítulo, o processo de privatização é observado sob a ótica da “Geopolítica Mundial”. Essa parte aborda, por exemplo, o “11 de setembro: terrorismo e os impactos econômicos decorrentes”. O sexto capítulo é um dos mais importantes do livro, pois se debruça sobre qual era o valor da Copel e se ela estava subavaliada.

O sétimo capítulo segue calculando os resultados das privatizações no Brasil e inclui a recente venda da Copel Telecom, ex-braço de internet da companhia. Por fim, “A Copel é Nossa” aborda o PLIP (Projeto de Iniciativa Popular) que pretende impedir que, a partir de 2001, a empresa não pudesse ser novamente alvo de privatização.

O AUTOR

Sérgio Inácio Gomes é engenheiro eletricista. Foi diretor do Senge-PR, é dirigente do Sindiedutec e professor. Graduado em Engenharia Elétrica pela FEJ/UDESC/SC em 1983 com mestrado e doutorado em Eng Química UEM (2007 e 2017 respectivamente), professor do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Campus Paranavaí; foi Professor contratado da Engª Elétrica pela Universidade Estadual de Maringá entre 2014 e 2018, ministrou diversas disciplinas em cursos técnicos, de graduação e pós graduação nas engenharias elétrica e química; foi gerente de operação na área de geração e transmissão na Copel e coordenador de um curso técnico no IFPR entre 2019 e 2020.

Saiba mais sobre o autor aqui

VALORES

O livro “A Copel é nossa” pode ser adquirido por R$ 60. O FRETE É GRÁTIS. O pagamento é feito por PIX e após PREENCHER FORMULÁRIO ABAIXO.

A obra será enviada a partir de 11 de agosto. Ela também poderá ser retirada na sede do Senge-PR (Rua Marechal Deodoro, 630 – 22º andar – Conj. 2201 – Centro Comercial Itália) ou na cerimônia de lançamento que ocorrerá na Assembleia Legislativa do Paraná, em 15 de agosto.

ENTIDADES E MAIS UNIDADES

Entidades e pessoas que quiserem adquirir acima de 5 unidades, entrar em contato via comunica@senge-pr.org.br

Compra Livro A Copel é nossa